Pular para o conteúdo
Início » Artigos » Transtorno de personalidade narcisista: o que é, sintomas e como tratar

Transtorno de personalidade narcisista: o que é, sintomas e como tratar

Compartilhe:

O transtorno de personalidade narcisista (TPN) é uma condição mental caracterizada por um senso grandioso de autoimportância, necessidade de admiração e falta de empatia pelos outros. Embora todos nós possamos exibir traços narcisistas em algum momento ou aspecto de nossas vidas, o TPN vai além do comportamento ocasional, afetando significativamente a vida da pessoa e suas relações pessoais e profissionais.

O que é Transtorno de Personalidade Narcisista?

O transtorno de personalidade narcisista faz parte dos transtornos de personalidade do Grupo B, que são caracterizados por comportamentos dramáticos, emocionais ou erráticos. Indivíduos com TPN geralmente exibem um sentimento inflado de si mesmos e frequentemente acreditam que são superiores aos outros. Essa percepção exagerada de importância muitas vezes é acompanhada por fantasias de poder, sucesso e atratividade ilimitados.

Sintomas do Transtorno de Personalidade Narcisista

Identificar o TPN pode ser desafiador, já que os sintomas variam em severidade. No entanto, alguns sinais comuns incluem:

  • Sentido exagerado de autoimportância: Indivíduos com TPN frequentemente exageram suas realizações e talentos, esperam ser reconhecidos como superiores sem que tenham as realizações compatíveis.
  • Necessidade constante de admiração: Pessoas com TPN precisam de atenção e elogios constantes para se sentirem bem consigo mesmas.
  • Fantasias de sucesso e poder ilimitados: Além de um sentido inflado de autoimportância, eles podem se envolver em fantasias sobre sucesso, poder, brilho, beleza ou amor ideal.
  • Acreditar ser especial e único: Eles acreditam que só podem ser compreendidos por pessoas ou instituições igualmente especiais ou de alto status.
  • Exploração de outros: Utilizam outras pessoas para alcançar seus próprios objetivos, demonstrando falta de empatia e insensibilidade às necessidades e sentimentos alheios.
  • Inveja: Muitas vezes, eles acreditam que outras pessoas têm inveja deles, ou podem ser invejosos de outras pessoas.

Outros Sintomas Incluem:

  • Arrogância e atitudes altivas
  • Desprezo por normas sociais e expectativas
  • Fragilidade emocional frente a críticas
  • Focar em realizações para obter aprovação
  • Demonstrar ciúmes constante

Diagnóstico do Transtorno de Personalidade Narcisista

O diagnóstico do TPN é tipicamente feito por um profissional de saúde mental através de entrevistas clínicas e questionários. O DSM-5, Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais, lista nove critérios diagnósticos para o TPN. Pelo menos cinco desses critérios devem ser atendidos para um diagnóstico formal:

Tabela 1: Critérios Diagnósticos do TPN (DSM-5)

Critério Descrição
Grandiosidade Sentido exagerado de autoimportância
Fantasias de sucesso, poder, beleza, etc. Envolvimentos em fantasias de ilimitado poder, sucesso, beleza, etc.
Necessidade de admiração excessiva Exige admiração constante
Sentimento de ser especial e único Acredita que só pode ser compreendido por pessoas especiais
Exploração interpessoal Aproveita-se de outros para alcançar seus próprios fins
Falta de empatia Incapacidade de reconhecer ou identificar com sentimentos e necessidades dos outros
Inveja dos outros ou acredita que os outros são invejosos dele Muitas vezes ciumento ou crê que os outros têm inveja
Comportamentos e atitudes arrogantes Apresenta comportamentos, posturas arrogantes e altivas

Tratamento do Transtorno de Personalidade Narcisista

O tratamento do TPN é desafiador, principalmente porque as pessoas afetadas geralmente não reconhecem que possuem um problema ou não procuram ajuda. No entanto, existem abordagens que podem ajudar a manejar os sintomas:

  • Psicoterapia: A psicoterapia, ou terapia da conversa, é o tratamento de primeira linha para o TPN. Terapia cognitivo-comportamental (TCC) pode auxiliar indivíduos a reconhecerem comportamentos negativos e a desenvolverem maneiras mais saudáveis de pensar e comportar-se.

  • Medicamentos: Embora não existam medicamentos específicos para o TPN, medicamentos antidepressivos ou estabilizadores de humor podem ser prescritos se a pessoa apresentar sintomas de depressão, ansiedade ou outras condições concomitantes.

  • Grupos de suporte: Grupos de suporte oferecem um ambiente seguro onde indivíduos com TPN e suas famílias podem compartilhar experiências e estratégias de enfrentamento.

Desafios e Considerações no Tratamento

Um dos maiores desafios no tratamento do TPN é a resistência do paciente em reconhecer a necessidade de ajuda. Muitas vezes, eles veem a terapia como uma afronta ao seu senso de grandiosidade ou sentem-se atacados por críticas. Por isso, é vital que o terapeuta estabeleça uma relação de confiança e utilize abordagens que minimizem a sensação de ameaça ao ego do paciente.

Dicas para Conviver com Pessoas com TPN

Conviver com alguém que tenha TPN pode ser difícil e emocionalmente desgastante. Aqui estão algumas dicas para lidar com essa situação:

  • Estabeleça limites claros: É crucial estabelecer e manter limites claros e firmes com indivíduos que exibem comportamentos narcisistas.
  • Não personalizar comportamentos: Muitas vezes, os comportamentos narcisistas não são ataques pessoais. Tentar não levar essas ações para o lado pessoal pode ajudar a manter a calma.
  • Procure apoio: Envolver-se em terapia pessoal ou em grupos de apoio pode ser útil para gerenciar o estresse e as emoções associadas à convivência com alguém com TPN.
  • Educação sobre o transtorno: Aprender mais sobre o TPN pode aumentar a compreensão das motivações por trás dos comportamentos e ajudar a desenvolver estratégias mais eficazes para lidar com eles.

Conclusão

O transtorno de personalidade narcisista é uma condição complexa que afeta bilhões de pessoas em todo o mundo. Reconhecer os sinais e sintomas é o primeiro passo para buscar ajuda e recursos adequados. Embora o tratamento possa ser desafiador, abordagens como a psicoterapia e, em alguns casos, medicamentos, oferecem esperança de melhoria na qualidade de vida daqueles que sofrem com o TPN. Seja através de apoio profissional ou da educação sobre o transtorno, é possível encontrar caminhos para a convivência e gestão desses comportamentos desafiadores.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *